segunda-feira, 28 de outubro de 2013

6° MEIA MARATONA DE POMERODE


Inesquecivel, assim começo a contar como foi essa prova, minha primeira fora de Curitiba.

Sai de Curitiba no sábado pela manhã sem saber ao certo o que essa prova poderia me proporcionar, sabia ao menos que ela era uma das melhores do Brasil. Fiquei hospedado em Jaraguá do Sul, pois tenho amigos que residem na cidade e também muito próxima a Pomerode. Viajem tranquila com muita chuva na estrada, chegando em jaraguá antes do almoço, tive tempo de deixar as bagagens no hotel e seguir diretamente a cidade mais alemã fora da Alemanha.
Ao chegar em Pomerode, já se pode perceber que a cultura alemã é muito forte e predominante, tanto nas casas quanto nos restaurantes e pontos turísticos.
 A retirado dos kits foi bem tranquila, pelo menos no horário em que retirei o meu, divisão por ordem alfabética e bem organizada. No mesmo local foi montado a tradicional feira de produtos esportivos, mas sem luxo ou glamour, resumindo simples e organizada.

Tirei o restante do dia para aproveitar a cidade com a família, vale o relato de dois locais excelentes para levar as crianças, o Zoológico e a Vila Encantada, realmente com uma organização impar que encanta e agrada muito as crianças. Passeio completo para a família toda.

Mas vamos ao que interessa....

A Prova

A primeira questão que chama a atenção, foi a condição climática. Durante a semana toda era esperado tempo nublado e até a possibilidade de chuva, nada disso ocorreu. O dia amanheceu com o céu aberto, não existia uma nuvem sequer.
A concentração no ponto de largada era grande e os rostos conhecidos eram muitos, os corredores de Curitiba estavam em bom numero. 

Exatamente as 08:00 hrs foi dada a largada para os 21k. 
Desde o inicio da prova o sol foi companhia dos atletas. 
O percurso na sua maioria plano, saia da cidade e aos poucos os km ficavam para trás. Os postos de hidratação estavam corretamente nos pontos pré determinados, mas em muitos a água estava em temperatura ambiente, a qual subia cada vez mais e em outros, não tinham Staff fazendo a distribuição, o que dificultou um pouco a vida dos atletas.
Aos poucos o calor foi judiando dos atletas e muitos acabavam tendo que andar. 
Vi pelo menos 4 atletas que tiveram o auxilio de ambulância.
Acabei por desistir de buscar um melhor tempo no 17km, devido ao forte calor, que beirava os 31°C.
Diminui o ritmo para não quebrar.
Nos últimos km da prova fomos presenteados com duas subidas, as quais desafiavam a resistência dos atletas.
Finalmente com 1:57:00 deixei para trás os 21k de Pomerode, com uma unica certeza, pretendo voltar!
Vale o relato do maravilhoso Chopp entregue ao final e também a excelente companhia do amigo Marco Aurelio Baggio, o qual me acompanhou em boa parte da prova.

Aos que um dia pretende fazer essa prova, apenas digo, VALE CADA MOMENTO!!!

INESQUECÍVEL


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Publicidade

Total de visualizações de página